BLOGGER - BLOGGER

21 de outubro de 2006

Beastie Boys - Só os grandes clássicos ...



Tracklist:

1. So What’cha Want
2. Brass Monkey
3. Ch-Check It Out
4. No Sleep ’till Brooklyn
5. Hey Ladies
6. Pass The Mic
7. An Open Letter To NYC
8. Root Down
9. Shake Your Rump
10. Intergalactic
11. Sure Shot
12. Body Movin’ (Fatboy Slim Remix)
13. Triple Trouble
14. Sabotage
15. Fight For Your Right

Bom final de semana a todos os aliados do TDP !

Então liga o toca-disco e boa viagem: Beastie Boys - Solid Gold Hits

Post ao som de: Lupe Fiasco - Hurt Me Soul

5 comentários:

Noise D disse...

Porra, sem palavras... Esses cara são d'outro mundo!! Em escutar esse disco me faz pensar... Será que vale a pena investir 270 Reais na excursão que vai sair daqui de Porto Alegre pra Curitiba no dia 30/10? Ai, ai, ai... Dùvida cruel.

blequimobiu disse...

eu iria sem dúvidas nego!

comecei ouvindo eles e o cypress hill, simplesmente foda!

paz!

Michel aka BlackBoy disse...

..deles eu sei pouco...
mas ai, eles são da época do Vanilla Ice né..pq o Vanilla era discrimando(até hj a galera fala mal do Vanilla)e a negrada curtia o Beastie..alguém me explica isso ai..?

ps:comecei curtir a música rap em 1990.

blequimobiu disse...

o lance com o Vanila nun tinha nada haver com a cor e sim com atitudes, é o mesmo que acontece com outros loirinhos que passam pelo rap nacional.

artistas como o Nitro Di, Dinna Dee, Gaspar entre outros já provaram que não é a cor da pele que define a questão do respeito ou não dentro do Rap, é questão de proceder mesmo, tem vários pretos fora do jogo por não seguir algumas regras!

paz!

Noise D disse...

O Beastie Boys não é do tempo do Vanella Ice. A rapaziada é muito anterior a eles. Início dos anos 80. Mesma época em que o selo da Def Jam começou a dar seus primeiros passos.

O Vamilla Ice foi uma criação pra vendagem. Foi, digamos assim, o primeito "rapper pasteurizado" lançado por uma grande corporação pra tentar fazer $. Ele era ridículo. Suas letras e suas rimas, mais ainda.

Beastie Boys, pra mim, representam a cultura de rua viva! Sem comparações.

PAZ!

P.S.: Ae, Michel, me add de novo no Orkut que não rolou!